Arquivo da tag: endócrina

Glândulas Endócrinas e os Sons Terapêuticos

Glândulas Endócrinas

As glândulas endócrinas, incluindo a hipófise, glândula pineal, glândula tireóide, glândulas paratireóides, glândulas supra-renais e pâncreas são pequenas glândulas localizadas em todo o corpo humano que têm um enorme efeito sobre o sistema humano. Porque elas afetam e regulam muito do corpo humano, é importante que você os entenda e preste atenção nelas. Muitas glândulas endócrinas são afetadas por problemas emocionais, nutrição, saúde física e outros problemas subjacentes.

Glândula Pituitária – A glândula pituitária é do tamanho de uma ervilha, localizada no fundo do hipotálamo no cérebro, e é extremamente importante porque libera e sintetiza hormônios. Estes afetam o crescimento humano, pressão arterial, parto, gravidez, leite materno, órgãos sexuais, glândulas tireóide, metabolismo, regulação da água, temperatura, dor e sono.

Glândula Pineal – René Descartes acreditava ser ela o centro da alma.A Glândula Pineal tem sido considerada extremamente importante. Ela fica no cérebro dos vertebrados e secreta a melatonina, que afeta os padrões de sono e os ritmos circadianos(dia e noite).

Glândula Tireóide – A glândula tireóide está localizada na garganta e afeta o corpo controlando o metabolismo, que afeta a forma como o corpo reage a drogas e medicamentos, a rapidez com que o corpo usa energia (ou seja, converte gordura e carboidratos em energia em vez de armazená-la nas células adiposas) e secreta proteínas. A tireóide pode ser afetada por uma série de fatores, causando ganho de peso, perda de peso e problemas autoimunes, como a doença de Graves. As causas são numerosas, mas a deficiência de iodo é uma razão muito comum para problemas.

Glândulas Paratireóides – Os humanos geralmente têm quatro glândulas paratireóides, que estão localizadas no pescoço, e trabalham para manter o suprimento de cálcio e fosfato do corpo, permitindo que os sistemas nervoso e musculoesquelético funcionem adequadamente. As glândulas também secretam o hormônio da paratireóide, que ajuda a controlar o cálcio e o fosfato, permitindo que o estômago, os ossos e os rins melhor absorvam e quebrem o cálcio, o fosfato e a vitamina D.

Glândula Timo – No meio do peito, bem atrás do osso onde a gente toca quando diz “eu”, fica uma pequena glândula chamada timo.Seu nome em grego, thýmos, significa energia vital.Antigamente, acreditava-se que a alma da pessoa era guardada dentro do timo.O timo foi o último dos órgãos importantes para o corpo a ter suas funções desvendadas.O timo é uma glândula que participa da regulação da defesa imunológica do organismo, atuando em conjunto com a tireóide e as paratireóides. É considerado um órgão linfoide primário.A principal função do timo é a maturação dos linfócitos T.

Glândulas Adrenais (ou Suprarrenais) – As glândulas supra-renais desempenham várias funções, incluindo a produção de adrenalina, aldosterona e cortisol. As glândulas supra-renais estão localizadas acima dos rins e afetam o metabolismo, regulando gorduras, sais e açúcares no sangue. Eles também ajudam a regular o fluxo sanguíneo, a absorção de sódio na corrente sanguínea, a absorção de aminoácidos das proteínas, a criação de ácidos graxos livres para fornecer energia e afetar o ritmo do sono circadiano. As glândulas supra-renais afetam a pressão arterial, o cólon, os rins e o fígado.
Pâncreas – O pâncreas age como um órgão, mas também faz parte do sistema endócrino, pois segrega hormônios que regulam a glicose, a insulina e uma variedade de outras funções.

Agende JÁ sua sessão de Sons Terapêuticos através do pop up “Agendar”!

Obesidade e Sobrepeso: Os Sons Terapêuticos podem ajudar?

 

Sabe-se que sobrepeso e obesidade estão associados a causas emocionais, que como recurso de defesa inconsciente, o indivíduo come * compulsivamente, no intuito de “se acalmar” e produz gordura como forma de proteção e calor.

Porém, vale lembrar que estes mecanismos imediatistas inconscientemente fabricados não promovem felicidade real. Ao contrário, podem e geralmente acarretam em problemas de saúde secundários, como diabetes, hipertensão, desgaste de articulações e tantos outros.Como, então, podemos chegar mais perto da raiz deste problema e só desta forma poder sana-lo?  Ao reduzirmos a frequência cerebral por meio dos sons terapêuticos, estamos trazendo à psique, e consequentemente ao corpo, um novo padrão de pensamentos, sentimentos e assim consequentemente uma nova resposta bioquímica passa a se fazer presente,deixando para trás o velho padrão, sendo agora o de tranquilidade, aceitação, alegria e portanto saúde!

*Nota: A mesma lógica se aplica a males como tabagismo, mas ao invés de comer,fuma.Outras variantes: roer unhas e falar compulsivamente.

Agende JÁ sua sessão de Sons Terapêuticos !

Também podem te interessar:…

https://vibraosom.com.br/pt-br/dor-muscular-os-sons-terapeuticos-podem-ajudar/

https://vibraosom.com.br/pt-br/tabagismo-os-sons-terapeuticos-podem-ajudar/

https://vibraosom.com.br/pt-br/panico-e-fobias-como-os-sons-podem-ajudar/