Arquivo da tag: medo

Pânico e Fobias: como os Sons podem ajudar

As palmas das mãos suam, o coração bate mais forte e fica difícil até de respirar. As pernas tremem e o corpo se prepara para enfrentar ou fugir do grande perigo à frente.Fobias são medos irracionais e incontroláveis, decorrente das desorganizações do pensamento, surgem como um medo ilógico, desproporcional e patológico, e se centraliza em um objeto ou situação específica, o que os diferencia do transtorno conhecido como Síndrome do Pânico,que se caracteriza pelo medo de perder o controle, enlouquecer, morrer ou ter ataque cardíaco, ou seja medos subjetivos.

E QUAIS SÃO OS TIPOS DE FOBIAS ESPECÍFICAS MAIS COMUNS?
As fobias específicas mais apresentadas são:
– Medo de altura (acrofobia)
– Medo de lugares cheios e multidões (agorafobia)
– Medo de aranhas (aracnofobia)
– Medo de baratas (catsaridafobia)
– Medo de cachorros (cinofobia)
– Medo de lugares fechados, como elevadores ou aviões (claustrofobia)
– Medo de escuro que persiste após a infância (escotofobia)
– Medo de falar em público (glossofobia)
– Medo de sangue (hematofobia)
– Medo de dentistas (odontofobia)
Existem ainda fobias mais raras e um tanto quanto inusitadas, como o medo de bonecos de ventríloquo (automatonofobia), de palhaços (coulrofobia), de galinhas (alectorofobia) e até de banho (ablutofobia).

AS FOBIAS TÊM CURA?
É possível conviver com uma fobia por toda a vida, mas se ela não for tratada, o medo pode trazer consequências sérias para a qualidade de vida da pessoa, afetando o trabalho, o convívio social, as amizades e até a vida familiar.
Os Transtornos Fóbicos podem ser tratados com:

Terapia cognitivo-comportamental: envolve expor a pessoa ao objeto do seu medo, de forma gradual e controlada, para se tornar natural;
Hipnose: consiste em enfrentar a situação que gera medo dentro do transe hipnótico, associando o objeto da aversão a um estado de tranquilidade para reverter o quadro;
Medicamentos: controlam a ansiedade e ajudam no gerenciamento dos sintomas físicos de vários tipos de fobia.
SOM: frequências de cura como solfeggios e binaurais estão sendo amplamente utilizados para requalificação de padrões comportamentais.

Agende JÁ sua sessão de Sons Terapêuticos através do pop up “Agendar”!

Também podem te interessar:…

https://vibraosom.com.br/pt-br/dor-muscular-os-sons-terapeuticos-podem-ajudar/

https://vibraosom.com.br/pt-br/tabagismo-os-sons-terapeuticos-podem-ajudar/

https://vibraosom.com.br/pt-br/obesidade-e-sobrepeso-os-sons-terapeuticos-podem-ajudar/

Tabagismo: Os Sons Terapêuticos podem ajudar?

 

O ato de fumar e beber, assim como o de comer, falar ou roer unhas compulsivamente, dentro de uma gama de possibilidades, têm na mesma origem a sua causa: algum tipo de frustração ou falta, geralmente originada na tenra infância (fase oral;bebês que não foram amamentados tanto quanto necessitavam, etc), agravada obviamente pela afinidade bioquímica por substâncias nocivas, porém extremamente prazerosas.Ao reduzirmos a frequência cerebral por meio dos sons terapêuticos e sons binaurais (veja a aba “Terapia Digital”), estamos trazendo à psique, e consequentemente ao corpo, um novo padrão de pensamentos e sentimentos,agora de tranquilidade, aceitação e noos padrões de atitude, tornando obsoletos tais hábitos nocivos.

Agende JÁ sua sessão de Sons Terapêuticos !

Também podem te interessar:…

https://vibraosom.com.br/pt-br/dor-muscular-os-sons-terapeuticos-podem-ajudar/

https://vibraosom.com.br/pt-br/obesidade-e-sobrepeso-os-sons-terapeuticos-podem-ajudar/

https://vibraosom.com.br/pt-br/panico-e-fobias-como-os-sons-podem-ajudar/